Blefaroplastia

Blefaroplastia

O que é blefaroplastia?

A blefaroplastia é a cirurgia que corrige o excesso de pele, músculo e gordura palpebrais com ou sem finalidade estética. Grande é o número de indivíduos que se submetem a este tipo de cirurgia, pois a preocupação com a aparência, o convívio social e a disputa por mercado de trabalho tornaram-se prioridade na vida moderna. É comum a queixa entre pessoas mais idosas de que a pele caída das pálpebras superiores provoca cansaço visual, além de reduzir o campo visual superior.

Como se faz o diagnóstico?

O diagnóstico é feito pelo médico a partir de queixas específicas do paciente. É importante realizar um exame oftalmológico completo a fim de se avaliar a função visual e possíveis doenças oculares associadas.

Avaliação pré-operatória

Devem ser consideradas as condições palpebrais a serem melhoradas, assim como os motivos psicológicos para a mudança cosmética desejada. É preciso determinar se as expectativas do paciente são realistas e atingíveis. Aqueles indivíduos que podem descrever seus objetivos e expressar suas expectativas, dentro do que é possível se obter, são geralmente bons candidatos à cirurgia cosmética das pálpebras.

Por outro lado, indivíduos que esperam que uma mudança na aparência das pálpebras possa reverter alguma situação difícil na sua vida certamente levariam a problemas no pós-operatório.

Antes da cirurgia o paciente precisa de uma avaliação clinica, com particular atenção para problemas de hipertensão arterial, doenças do coração, doenças da tireóide e diabetes.

Como é a cirurgia?

Inicia-se com a marcação do excesso de pele a ser ressecada. Anestesia local da pálpebra é realizada com ou sem sedação. Faz-se o corte na pele previamente marcada, onde a mesma é retirada juntamente com pequena fração do músculo e gordura. No final a pele é suturada e o paciente operado poderá retornar ao domicílio após breve repouso.

Oculoplástica-1

Antes

Oculoplástica-2

Marcação das Pálpebras

Oculoplástica-3

30 dias depois

Como é a recuperação?

Normalmente o pós-operatório é bem tranqüilo com pouca ou nenhuma dor. Haverá algum inchaço e hematomas nos primeiros dias, que gradativamente irá diminuir. Com aproximadamente 5 dias retira-se os pontos e o paciente retorna às suas atividades sociais e laborais. É importante ressaltar que a cicatrização completa pode levar 30 dias e que o resultado final pode levar 3 meses.

Veja também